O tecido da realeza está em alta!

O veludo invade as coleções outono / inverno 2017 e conquista adeptos no mundo inteiro

Faz algum tempo que a moda não só lança tendências, como também resgata aquelas que já fizeram muito sucesso nas passarelas. Foi exatamente isso que aconteceu com um dos ícones do mundo da moda, o veludo.

Hit do guarda-roupa feminino nos anos 90, ele chegou causando alvoroço nas passarelas e nas ruas. O retorno do luxuoso tecido ao cenário fashion tem sido um dos assuntos mais comentados nas colunas e sites de moda. Sua versatilidade aliada a textura e ao brilho, despertaram interesse e criatividade da moda  nacional e internacional.

Grandes estilistas nacionais, a exemplo de Carol Caetano, Valdemar Iódice e Patrícia Bonaldi, apostaram no material para compor suas coleções de outono / inverno 2017. A ideia é dar “cara nova” a estação trazendo o tecido do estilo clássico a um ambiente mais moderno, mais fashionista.

Um das tendências para a volta do veludo foi apresentá-lo em outros segmentos, como sapatos, bolsas e acessórios em geral, além das opções tradicionais em vestidos, saias, calças e blusas.

Outro fator que contribui bastante, para a atual popularização do veludo, é a versatilidade de variar do sofisticado ao despojado, garantindo composições de looks incríveis para o dia ou noite.

O veludo ganha personalidade ao ser combinado com outros tipos de tecidos, leves ou pesados, que também estão em alta na estação. Entre eles, se destacam o couro, o tule e as transparências, a seda e o básico jeans.

Suas novas aplicações e cores possibilitam uma série de opções  bastante interessantes para experimentar esta moda retrô. A intenção é não usar o veludo apenas em ocasiões formais. Investir em acessórios também é essencial para equilibrar o look.

Curiosidade

Considerado um dos tecidos mais antigos do mundo, o veludo é originário da Índia e foi comercializado pela primeira vez na Europa, em meados do século XIV.

O material era muito caro e por isso foi utilizado para confeccionar roupas de pessoas nobres e/ou da realeza. As peças criadas tinham a intenção de transmitir uma imagem de poder, prestígio e fortuna na sociedade da época.

Naquele período, as fibras de seda eram trabalhadas em teares, de forma manual, o que garantia a alta qualidade dos produtos. Sua fama tornou-se mundial quando o veludo começou a ser produzido na Europa, nas regiões de Veneza, Florença, Gênova e Milão, tempos depois.

De lá para cá, o tecido passou a ser produzido de forma sintética, a partir de uma variedade de fibras, que inclui rayon, algodão, acetato, náilon e restos de lã. Por meio dessa fabricação sintética o custo do tecido diminuiu muito e o veludo ficou mais popular e acessível.

Então, aposte no veludo e componha seu look sem medo de errar!
Imagem destaque: Blog Meu Estilo Renner

TENDÊNCIAS E MODA por Katherine Martins

Jornalista e modelo, escreve mensalmente sobre moda e tendências.

katherine-martins tem 6 postagens.Veja todas as postagens de katherine-martins