Museus do Ipac participam de mobilização mundial nas redes sociais

Vários museus ao redor do mundo e seus visitantes publicam nas mídias sociais, nesta quarta-feira (18), imagens criativas e selfies (autorretratos) com os acervos e as edificações que abrigam espaços museais, com a hastag (jogo da velha) #MuseumSelfie. Os museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), aderem à iniciativa, denominada de ‘Museum Selfie Day’, e vão postar nos perfis dos seus facebook, instagram e twitter imagens criativas que despertarão a curiosidade e interesse dos seus seguidores nas redes sociais

Além disso, incentivarão os visitantes a enviarem suas fotos. Para participar, basta postar uma selfie marcada com #MuseumSelfie. “A campanha acontece na Europa, Ásia e nas Américas, incluindo o Brasil,”, afirma o diretor-geral do Ipac, João Carlos de Oliveira. O ‘Museum Selfie Day’, nasceu nas mídias sociais em 2014 e, pela quarta vez, reunirá museus e seus visitantes.

Segundo Oliveira, além da abordagem descontraída e bem humorada para museus, a campanha revela obras de arte importantes para a história da Bahia e do Brasil, além da arquitetura e paisagem do entorno, atraindo mais visibilidade e visitantes. “Essa ação se integra ainda à bem-sucedida campanha #MusEuCurto da Secult,/Ipac em parceria com a Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom), que provocou o aumento de até 60% na visitação aos museus baianos em 2015 e 2016”.

MABFoto: Mateus Brito

A ideia é que os museus se utilizem das mídias sociais como instrumento de aproximação e formação de novos públicos. “Queremos que nossos visitantes interajam com nossos museus, seus acervos e exposições. Para isso, nada melhor do que uma selfie, iniciativa bastante utilizada nos dias de hoje”, diz a diretora de um dos museus mais visitados do Ipac, o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), Ana Liberato.

solar ferrãoFoto: Jefferson Vieira

Na capital baiana, o Ipac administra o Museu de Arte Moderna (Avenida Contorno), Palacete das Artes (Graça), Museu de Arte da Bahia (Corredor da Vitória), Solar Ferrão, museus Udo e Tempostal (Pelourinho), além do Palácio da Aclamação (Campo Grande) e outros espaços urbanos e expositivos como Passeio Público, Praça das Artes e Galeria Ferrão. No interior, Museu do Recôncavo (Candeias), Museu dos Humildes (Santo Amaro) e Parque Castro Alves (Cabaceiras). Lei mais no site do instituto.
Por: Ascom/Ipac
Imagem destaque: Robson Mendes/GOVBA