Mais de 75% dos eleitores de Salvador fizeram a biometria

Janeiro foi o mês com o maior número de atendimentos

Cerca de 75% dos eleitores soteropolitanos atenderam ao chamado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e fizeram o cadastramento biométrico do título de eleitor. O dado foi divulgado pelo Tribunal Regional do Eleitoral (TRE-BA) e representa mais de 1,5 milhões dos eleitores. Os quase 500 mil ainda não biometrizados deverão aguardar a publicação que será feita pelo órgão sobre os procedimentos a serem adotados para regularização.

Do total de eleitores cadastrados em Salvador, 340.712 mil títulos foram regularizados no banco de dados da Justiça Eleitoral somente no mês de janeiro. A sede do TRE, localizada no CAB, foi a que realizou o maior número de atendimentos na capital. Os servidores biometrizaram 180 mil eleitores no último mês.

Nos 28 dias de funcionamento, a média diária de atendimento na sede do TRE-BA ficou em torno de 6,5 mil. Os dois últimos dias para realização do processo, 30 e 31, registraram o maior número de atendimento no local: 10.056 e 12.381 eleitores, respectivamente.

A terça-feira (30), penúltimo dia para a fim do prazo, foi o que registrou o maior número de eleitores. Isso porque, parte dos atendimentos computados para a quarta-feira (31/1) refere-se, na verdade, aos eleitores que buscaram pela sede na terça, uma vez que o atendimento nessa data avançou pela madrugada. O último eleitor da fila da terça foi atendido por volta das 5h da manhã de quarta. No último dia para realização do processo, o atendimento foi concluído por volta da meia-noite.

Em janeiro, os atendimentos na sede do TRE-BA passaram a serem realizados também nos fins de semana. O local foi o único dos 27 postos biométricos instalados em Salvador que ofereceu o serviço sem o método de distribuição de senhas. Todos os eleitores que estavam na fila até as 18h foram atendidos.

Ainda segundo o TRE, para garantir a operação em capacidade máxima, cerca de 200 servidores estiveram diretamente ligados ao recadastramento biométrico, a cada turno.

Fonte: Correio
Imagem destaque: Marina Silva/ Correio