Flamengo abre negociação com maior nome do LoL brasileiro: Felipe “brTT”

Rubro-Negro também conversa com o topo Leonardo “Robo”. Dona do passe dos dois jogadores, Red Canids autorizou o avanço do negócio

O Flamengo entrou de vez no mercado visando contratar jogadores para formar sua equipe de League of Legends.

No fim da última semana, o Rubro-Negro abriu negociações diretas com o atirador Felipe “brTT” e o topo Leonardo “Robo”.

Dona do passe da dupla, a Red Canids autorizou as conversas, conforme rege as regras impostas pela Riot Games.

As duas organizações não quiseram se manifestar sobre o assunto.

O nome dos jogadores estava no radar do Flamengo durante o mapeamento inicial.

Conversas iniciais foram tratadas, mas só agora a proposta oficial foi feita.

A Red Canids não deve colocar barreiras ao negócio e visa lucrar com parte do valor da multa rescisória dos dois jogadores.

O carioca Felipe “brTT” Gonçalves tem 27 anos é o maior nome da história do League of Legends brasileiro.

O jogador é um sucesso esportivo e como celebridade do setor.

Ele tem quatro títulos do principal torneio do game, foi o brilho brasileiro na melhor campanha do país em um mundial de LoL e uma base de fãs que impressiona – e chega a superar nomes famosos até mesmo do futebol nacional.

Só no Facebook, por exemplo, brTT tem quase três vezes mais seguidores que o astro do time de futebol do Rubro-Negro, Éverton Ribeiro.

Detalhe importante: o ciberatleta é flamenguista.

Leonardo Leonardo “Robo” é outro alvo do Rubro-Negro (Foto: Divulgação / Riot Games)

Leonardo “Robo” é mais jovem, tem 19 anos, mas também é considerado um nome de peso no cenário nacional.

Junto com Felipe “brTT” e o elenco da Red Canids, conquistou o 1° Split do CBLoL este ano.

Porém, com a chegada do desafeto Pedro “Lep” para a posição de topo, pode perder espaço.

Embora reconhecido, não possui o mesmo desempenho de mídia que o colega de time. Antes da Matilha, Robo nasceu para o público com as passagens pela Keyd e INTZ Red.

Existe otimismo para um desfecho positivo nas duas negociações.

Entretanto, a situação de Felipe “brTT” tem questões importantes na mesa.

Além de ser um jogador com grande mercado, o jogador será provavelmente comandado por Gabriel “MiT”, seu ex-técnico durante o período glorioso na Pain Gaming.

O detalhe é que foi exatamente MiT o responsável por colocar o atirador na reserva o que, posteriormente, acabou culminando na saída da organização.

A relação entre os dois ficou estremecida durante o episódio.

Por outro lado, favorece o Flamengo o fato de já ter admitido publicamente que trabalhará no sistema de gaming office, espécie de centro de treinamento profissional que substituirá as tradicionais gaming houses.

A diferença consiste no fato de o jogador não ter que morar no local de trabalho.

Recentemente, em entrevista ao YoTalk Show, Felipe “brTT” se posicionou contra o fato de residir no local de treinamentos.

Todos as outras grandes organizações do cenário nacional operam com gaming houses.

O Flamengo anunciou no início do mês de outubro a entrada no universo do esporte eletrônico.

Inicialmente, o clube vai contar com duas equipes de League of Legends, uma profissional e outra considerada de base.

O Rubro-Negro comprou a franquia da Merciless Gaming e começará sua caminhada na segunda divisão do LoL brasileiro.

A Riot Games ainda não divulgou o calendário oficial das competições para o próximo ano.

Fonte: E-SporTV
Imagem destaque: Divulgação / Riot

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *