Família viaja pelo mundo em ônibus adaptado

“Viajar amplifica o viver”. Foi com essa frase que o escritor paulista Rodrigo Nunes, 38, descreveu como estão sendo os primeiros cinco meses de um projeto de viagem ao redor do mundo a bordo de um motorhome. Acompanhado da esposa Andreia Razze, 40, e dos três filhos – Lucas, 18, Mariane, 7 e Laura, 6 anos –, o escritor chegou a Salvador no último fim de semana.

A trupe, no entanto, já parte para novas aventuras no início desta manhã. É que a programação é extensa e a ordem é não ficar parado. A ideia é percorrer cerca de 100 mil quilômetros em um período de cinco anos.

No trajeto, pretendem conhecer a diversidade cultural de países da América do Sul, Central e América do Norte. Depois, eles seguem viagem pelo Oceano Atlântico chegando na Europa, Ásia e África.

A Bahia, no entanto, ganhou espaço cativo no coração da família. Antes de chegar em Salvador, eles permaneceram por 20 dias na Ilha de Itaparica. De todos os lugares que passaram, segundo Andreia, o estado foi o local que mais encantou e chamou a atenção, não só pelas belezas naturais, mas pela hospitalidade.

“Chegamos em Vera Cruz e fizemos muitos amigos. Um deles nos proporcionou a experiência de um voo pela Baía de Todos os Santos. Enfim, nossa vida é repleta de aventuras e experiências cotidianas de cada lugar que conhecemos”, disse ela.

Projeto

Há pelo menos 10 anos, a família planeja esta viagem ao redor do mundo. Depois de dar duas voltas pela América Latina com uma moto, Rodrigo decidiu reunir a trupe e conhecer cerca de 80 países ao redor do mundo.

“Comprei o motorhome e iniciamos essa aventura em agosto, partindo de São Roque, no interior de São Paulo, que também é nossa cidade natal. A expectativa para a viagem são as melhores, por isso, estamos aproveitando cada dia dessa aventura”, contou Rodrigo.

No interior do motorhome, eles têm toda a estrutura de uma casa, com dois quartos, sala, cozinha e banheiro. No momento em que fica estacionado, é possível ativar um compartimento que deixa o ônibus ainda maior. No mesmo local, as crianças estudam suas lições escolares por meio de uma plataforma online.

Casa intinerante conta com dois quartos, sala, cozinha e banheiro
(Foto: Alessandra Lori | Ag. A TARDE)

A escrita também faz parte da família. Desde que Rodrigo voltou das viagem de moto, ele escreveu o livro Fique rico viajando. Com o dinheiro das vendas da obra, ele arca com despesas como combustível, alimentação, dentre outras. Os livros são vendidos pelo site www.mundoemfamilia.com ou são expostos em grandes centros comerciais das cidades onde passam.

Com tanta história e diversas experiências, seria interessante que tudo fosse registrado. Foi com essa ideia que Andreia tomou a iniciativa de criar um diário de bordo. Nele é registrado o que foi vivenciado em cada cidade onde passam.

O diário servirá como base para um livro, que será lançado antes da família partir para a América do Norte. “O livro será traduzido em três idiomas. Será uma forma de saberem o que passamos em nossa viagem aqui no Brasil. Além disso, iremos lançar um outro livro posteriormente, com orientações para as pessoas que desejam viajar pelo mundo”, contou.

Fonte: Felipe Santana, A Tarde
Imagem destaque: Alessandra Lori | Ag. A TARDE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *