CPI da Lei Rouanet poderá convocar Zé de Abreu, Gilberto Gil e Juca Ferreira

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) instalada na Câmara dos Deputados para apurar irregularidades nas concessões de benefícios fiscais previstos na Lei Rouanet poderá convocar os ex-ministros baianos que passaram pelo Ministério da Cultura: Juca Ferreira e Gilberto Gil. Os requerimentos foram apresentados por deputados que integram o colegiado.

Outro requerimento apresentado na comissão quer que seja ouvido o ator global Zé de Abreu, figura ligada ao Partido dos Trabalhadores. O pedido de depoimento do ator foi apresentado pelo deputado federal fluminense Sóstenes Cavalcanti (DEM). Nas redes sociais, Abreu fez ataques ao pastor Silas Malafaia, com quem Sóstenes tem ligação, depois que soube do requerimento. O ator disse que não precisa de convocação para ir à CPI, mas apenas de um convite e uma passagem Paris-Brasília, deixando claro que se encontra na capital francesa.

No caso de Gil e Juca Ferreira, o requerimento foi apresentado pelo deputado sul-matogrossense Pompeo Matos (PDT). Os documentos precisam ser submetidos à votação no colegiado e, se aprovados, os citados deverão comparecer.

A lei foi criada em 1991 para estimular projetos culturais a partir de incentivos fiscais. Mais de 3 mil projetos estavam recebendo o apoio a cada ano. No final de junho, a Polícia Federal deflagrou a Operação Boca Livre para apurar o desvio de recursos federais por meio da lei. Foram expedidos 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

Por: Redação Bocão News
Imagem destaque: Reprodução