Como Valorizar o Seu Tipo Físico – parte 1

Descubra qual a sua silhueta e acerte na escolha dos looks

Nas últimas edições da nossa coluna, falei sobre temas gerais como a diferença entre moda e estilo – onde destaquei a necessidade de adequar itens que estão na moda ao estilo de cada um, e também sobre o estudo da colorimetria – mostrando que cada tonalidade de pele tem a cartela de cores que lhe favorece.

Na coluna deste mês, trago outro item de destaque na hora de escolher as peças que vão compor um look, a identificação do seu biótipo. Como este é um tema mais específico de cada perfil, dividi a coluna em duas partes. Uma será com o foco no público feminino e a outra no público masculino.

O autoconhecimento é fundamental. É por meio dele que será possível harmonizar a silhueta com o estilo, permitindo que você esteja sempre bem vestido em qualquer ocasião.

Saber realçar a beleza destacando o que seu corpo tem de melhor, torna-se fácil quando você conhece em qual tipo de perfil se encaixa. Mas para identificar o seu biótipo é preciso uma avaliação rápida, que pode ser feita por você mesmo.

O primeiro passo é ficar frente a frente com um espelho – onde seja possível ver seu corpo até a região das coxas – e, em seguida, identificar seu tipo físico observando as três partes principais, o quadril, a cintura e os ombros. Com base nessa análise, avalie em qual silhueta o seu corpo se encaixa, lendo os itens a seguir:

 

MULHERES

Tipo 1 – Ampulheta ou Violão

Neste tipo é possível notar a cintura bem marcada, além do quadril e os ombros com a mesma largura. A dica é apostar em calças e saias de tecidos leves, vestido tipo envelope e cintos. E fique atenta para evitar looks estruturados (com tecidos mais pesados) e excesso de detalhes, como botões.

Tipo 2 – Retângulo ou Reto

Este tipo é bastante visto em mulheres altas e magras, que apresentam ombros, cintura e quadril, praticamente com as mesmas medidas. A indicação é investir nas calças pantalonas, saias rodadas ou com volume e em cintos como acessório. E devem evitar as calças de cintura alta, estampas muito grandes e modelagens largas.

Tipo 3 – Triângulo ou Pêra

Aqui é fácil perceber que a largura do quadril é maior que a dos ombros, e que a cintura é marcada. Outro detalhe relevante é que esse tipo, geralmente, possui seios pequenos a médios e coxas mais largas. A dica é apostar em calças retas, tecidos com listras horizontais e estampas, e peças de sobreposição. Evite vestidos e calças que dão volume e acessórios na altura do quadril.

Tipo 4 – Triângulo Invertido

Pela nomenclatura é possível entender que, neste tipo os ombros são mais largos do que o quadril. Esse biótipo também é caracterizado por cintura pouco marcada, seios grandes e pernas finas. Invista em calças flare, pantalonas e estampadas, nos decote em V e nas blusas peplum. E evite calças legging e skinny, colares com muito volume, blusas estampadas e decote tipo canoa.

Tipo 5 – Oval ou Maçã

Mais comum em mulheres que estão acima do peso, o tipo 5 é definido pela largura da cintura ser bem maior que a dos ombros e do quadril. Deve investir em calças retas, conjuntos monocromáticos, decotes U ou V, e saia evasê. Busque evitar roupas muito justas e de cor clara na região da barriga, e peças muito volumosas.

Bom pessoal, as escolhas certas podem realmente modificar a imagem pessoal de cada um. Mas como vocês sabem, não existe perfeição. Em muitos casos, os tipos físicos podem variar a depender do corpo e da idade, é claro!

E quem disse que os homens não possuem classificação de silhueta? Voltaremos a tratar desse assunto, em janeiro, trazendo os perfis masculinos bem detalhados, com dicas sobre o que devem evitar e no que devem apostar.

Até a próxima edição!!!