Cidadãos podem recuperar objetos esquecidos em unidades da Rede SAC

Entre carteiras, celulares, agendas, guarda-chuvas, casacos, chaves e documentos, diversos objetos perdidos pelos usuários da rede SAC podem ser recuperados. As unidades da Rede SAC são regidas por um Procedimento de Qualidade (PQ) certificado pelo ISO 9001:2015. Os funcionários armazenam os objetos na administração do posto e fazem o controle de devolução através de um formulário constando nome e contato do cidadão.

De acordo com a coordenadora dos postos SAC em Salvador e Região Metropolitana (RMS), Cecília Pereira, quando os pertences viabilizam a possibilidade de contatar o dono, os colaboradores realizam a tentativa de encontrar. “Ficamos felizes e gratos que o nosso procedimento interno auxilie na recuperação desses bens, que são devolvidos mediante comprovação de propriedade”, ressaltou. No caso de documentos, eles ficam guardados na unidade até o prazo de três meses, quando são encaminhados ao órgão parceiro.

“Houve uma senhora que esqueceu a bolsa na sala de entrega, contendo dinheiro e cartões. Após alguns dias, ela descobriu que tinha esquecido aqui. Ao perceber que o dinheiro e os cartões continuavam lá, ela se emocionou e ficou muito agradecida”, disse a gerente do SAC Barra, Elizete Borges.

Outro relato inusitado e com final feliz aconteceu no SAC Salvador Shopping: um cidadão havia esquecido a aliança no posto. “Um cliente veio fazer sua carteira de identidade em um dia de sábado e acabou esquecendo sua aliança na unidade. Na segunda-feira, ele foi o primeiro a entrar no posto, junto com a esposa, para confirmar a história e procurar o anel”, contou a sub-gerente do posto, Diovana Puonzo.

Em caso de perda de documentos ou objetos em alguma unidade SAC, o cidadão deve retornar ao posto e procurar a administração. Para informações sobre os horários de atendimento e toda a documentação necessária para os serviços na Rede SAC, a Secretaria da Administração do Estado (Saeb) disponibiliza o Portal SAC, o aplicativo SAC Mobile e os números 0800 071 5353 (telefone fixo) e 4020-5353 (celular).

Fonte: Secom-Ba
Imagem destaque: Carol Garcia/GOVBA