Caminhar e entender o mundo, a luta pela legitimação das diferenças

Essa semana assisti a um vídeo de uma campanha espanhola no qual um casal espera um bebê e na hora de ir a maternidade o caminho a ser tomado é desviado pelo destino …..Eles já não chegariam ao destino da maioria, que era a praia, eles deveriam ir à montanha.

Vídeo abaixo, áudio em espanhol:

O vídeo da associação de doenças raras deixa a mensagem …….”Quando a vida mudar o rumo, conhecerás outros lugares que também serão maravilhosos!” E é assim que seguimos quando se tem um filho com deficiência . ..desafios são pauta constante, desde o aprendizado em fazer a estimulação precoce do bebê. …na busca da escola que melhor os acolha e nos apóie na sua caminhada acadêmica. ….Até a hora em que crescem e precisamos apóia los nas questões amorosas., ..Nos caminhos que os levarão a ser um trabalhador…..enfim em cada passo da vida .

Sim,não temos dúvidas que o apoio é essencial à todos os filhos.

Mas em uma sociedade que tem uma grande dificuldade em conviver com as diferenças, o papel da família é fundamental .

A luta pela legitimação das diferenças e a execução dos direitos já postos em leis e novos direitos a serem alcançados, terão muito mais força se os pais , desde a chegada do seu bebê, entendam que os caminhos podem ser diferentes para as conquistas do seus filhos e filhas, mas a forma como vão caminhar vai depender em muito da sua forma de entender o mundo.

E tudo se torna mais fácil quando muitos se juntam e se fortalecem para que as transformações sociais sejam uma realidade .

É preciso saber apreciar o que de belo encontrarmos, seja na praia ou montanha !!!

Foto destaque: Reprodução Youtube