Call center do Banco do Brasil gera até 5 mil empregos em Salvador

O call center do Banco do Brasil vai passar a funcionar em Salvador a partir de março do ano que vem. O protocolo de intenções será assinado em janeiro.

Serão gerados 5 mil empregos diretos, e a mão de obra será treinada pela prefeitura de Salvador, em parceria com o Senac.

A notícia positiva para a Bahia foi divulgada ontem pelo prefeito ACM Neto, durante apresentação do programa Salvador 360 a empresários paulistas na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A prefeitura está oferecendo, por meio do Salvador 360, isenção de 50% de IPTU por 36 meses para instalação de empresas de teleatendimento e telecobrança, desde que gerem mais de 500 postos de trabalho.

Outra iniciativa para atrair investimentos, objetivo maior do Salvador 360, é a redução do ISS de 5% para 2% no caso de empresas de telecobrança.

Tudo isso para atrair empresas do setor. O Banco do Brasil possuía em Salvador apenas uma unidade de teleatendimento, com 1,5 mil empregados.

Geração de renda

A partir de março, diante do acerto com a prefeitura, toda a parte de telecobrança do Banco do Brasil para o país inteiro também será feita a partir do call center instalado em Salvador.

O call center vai funcionar no bairro do Cabula, no mesmo prédio onde ficava a Oi. “Já abrimos mão de R$ 65 milhões em impostos dentro do Salvador 360.

E esse call center é um investimento importantíssimo pela geração de emprego e renda que irá proporcionar”, afirmou o prefeito.

Ajuste fiscal

ACM Neto afirmou que o encontro com empresários em São Paulo visou captar novos investimentos. “Queremos chamar a atenção de empresários do Brasil inteiro para as oportunidades que Salvador está gerando com esse programa, que só foi possível porque fizemos, no primeiro mandato, o nosso ajuste fiscal, equilibramos nossas contas e passamos a ter capacidade de realizar obras de impacto. Isso sem falar que reformamos a legislação, como o PDDU (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano), Louos (Lei de Ordenamento, Uso e Ocupação do Solo) e, mais recentemente, o novo Código de Obras da Cidade”, disse.

Ao lado dos secretários municipais de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Guanabara, Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, e da Comunicação, Paulo Alencar, além do chefe de Gabinete, João Roma, e do presidente da Rede Bahia, Antônio Carlos Júnior, o prefeito anunciou que na segunda-feira estará no ar o Portal Simplifica, ferramenta para incentivar investimentos, inicialmente na construção civil.

Fonte: A Tarde
Imagem destaque: Divulgação | Sergio Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *